Com 232 anos de existência, a santa casa da misericórdia de mafra, instituição canonicamente ereta, tem travado uma luta permanente no sentido de criar condições dignas para apoiar a nossa comunidade envolvente e nas idades em que as pessoas mais necessitam: quando crianças e quando idosos.

A evolução e a inovação social têm sido igualmente duas das nossas preocupações, encontrando-nos em fase de conclusão do sistema de qualidade em toda a instituição, bem como  na formação e qualificação dos nossos colaboradores, e estas, tendo sempre presente que os idosos, além das necessidades básicas, têm necessidade de segurança física, de segurança médica, e uma necessidade enorme de afetos

Em  termos de inovação, informatizando  toda a instituição, criando na infância um projeto educativo,  visando  o desenvolvimento integral da criança, criando um apartamento de autonomização para jovens, uma vez que o nosso CBEI (lar de crianças e jovens) é um lar misto, tendo sempre presente que, educar para a cidadania constitui hoje um desafio a todos os intervenientes no processo educativo, abrangendo  o relacionamento entre pessoas, o acolhimento de regras sociais, o respeito por si e pelos outros, a promoção da integração social e a participação ativa na sociedade, sendo  fatores que todos os que trabalham com crianças, devem encarar como missão.

Também como inovação, a criação de um “site”, o que muito nos alegra, pois sentimos que a abertura à comunidade, que é uma das nossas preocupações, vai ser uma realidade e através do sistema universalmente implementado, e que, através dele, vamos tornar público, quem somos, o que somos, o que fazemos e como fazemos, e para isso, contamos com a habitual colaboração dos nossos distintos funcionários e voluntários, a quem muito consideramos.  

O Provedor
Aníbal Rodrigues da Silva