Dia Mundial do Cancro - História

O Dia Mundial Contra o Cancro comemora a luta constante por parte de várias organizações em todo o mundo contra esta doença. O principal objetivo da comemoração deste dia é incentivar e reforçar todas as medidas que visam a redução da presença de câncer de todos os tipos. Tais medidas são mais focadas às classes de baixos rendimentos e em paises sub-desenvolvidos. Nestes países, as taxas de morte por câncer são as mais altas do mundo (cerca de 70% da taxa global). O dia é comemorado em 4 de fevereiro de cada ano.

Dia Mundial do Cancro - Fatos  e Citações

  • O câncer é uma doença definida como o crescimento e disseminação descontrolados de células em vários tecidos humanos. Embora possa ocorrer por causas naturais, muitos deles podem ser prevenidos com uma alimentação correta, um estilo de vida saudável e a prevenção de fatores prejudiciais, tais como o tabaco.
  • Em 2008, ocorreram 7,6 milhões de mortes por câncer em todo o mundo. Este número é equivalente a 13% de todas as mortes daquele ano. Na América Latina, ocorreram 1,2 milhões dessas mortes. Tais números aumentam a importância de celebrar este dia e, assim, aumentar os esforços na prevenção desta doença.
  • Existem vários tipos de câncer que atacam o corpo humano a partir de diferentes vírus. Estes são: HBV (hepatite vírus B), HCV (vírus da hepatite C) e HPV (Papiloma Vírus Humano). O câncer cervical  causada por HPV, é um dos que causa mais mortes em países sub-desenvolvidos.
  • Quase 30%, dos novos casos de câncer, são câncer de pele (melanoma). mas os casos mais comuns são o de pulmão, mama e figado.
  • O dia mundial contra o cancro é a oportunidade para mostrar como a força da união pode ser uma maneira de impacto global. O câncer não é apenas um problema de saúde, ele tem grandes implicações sociais, económicas e de desenvolvimento

 

Dia Mundial do Cancro - Sintomas

O câncer pode provocar muitos sintomas diferentes, como por exemplo:

  • Espessamento, massa ou "uma elevação" na mama, ou em qualquer outra parte do corpo.
  • Aparecimento de um sinal novo, ou alteração num sinal já existente. Ferida que não passa, ou seja, cuja cicatrização não acontece.
  • Rouquidão ou tosse que não desaparece.
  • Alterações relevantes na rotina intestinal ou da bexiga.
  • Desconforto depois de comer.
  • Dificuldade em engolir.
  • Ganho, ou perda de peso, sem motivo aparente.
  • Sangramento ou qualquer secreção anormal.
  • Sensação de fraqueza ou extremo cansaço.

Na maioria das vezes, estes sintomas não estão relacionados com um cancro, e podem, ainda, ser provocados por tumores benignos ou outros problemas. Só o médico poderá confirmar.​

Qualquer pessoa com estes sintomas, ou quaisquer outras alterações de saúde relevantes, deve consultar o médico, para diagnosticar e tratar o problema tão cedo quanto possível. Geralmente, as fases iniciais do câncer não causam dor. Se tem estes sintomas, não espere até ter dor, para consultar o médico.